Estou seguro na nuvem?

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinFacebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedin

Uma pergunta que recebo todos os dias quando falo de Cloud é:

Como sei que meus dados estão seguros rodando/armazenados fora de casa?

Quando respondo que Cloud Computing trás mais segurança que soluções On premises, com certeza abro um debate bem interessante.

Um estudo da KPMG, que entrevistou 500 executivos globais, incluindo o Brasil, indicou que mesmo 48% dos entrevistados respondendo que, tiveram resultados satisfatórios em termos de flexibilidade em suas atividades após o ínicio da “vida pós nuvem”, temos 53% que acham a perda de dados e os riscos à privacidade uma barreira na mudança.

Se recapitularmos as grandes violações de dados ao longo dos últimos dois anos, como Anthem, Sony Pictures, JPMorgan ou Target, todos mantinham seus data centers internos e não na nuvem.

Agora, pensando nos grandes provedores de Cloud: IBM, Microsoft, Google e Amazon, uma falha de segurança pode jogar a marca literalmente na “boca do sapo”. Imagine quantas tentativas de invasão esses grandes provedores recebem por dia.

Se vale um conselho, é importante conhecermos as politicas de segurança do seu provedor de Cloud, suas certificações, sua reputação no mercado, além de colher notícias sobre casos reais onde invasões foram concretizadas.

Um ponto importante que alguns Clientes perguntam, é sobre espionagens governamentais. Mas alguns desses provedores pensando nisso, por exemplo a IBM, possui uma nota oficial em seu site declarando que não colabora com nenhum governo para a leitura dos dados de seus clientes.

Vide abaixo:

IBM has not provided client data to the National Security Agency (NSA) or any other government agency under the program known as PRISM.

IBM has not provided client data to the NSA or any other government agency under any surveillance program involving the bulk collection of content or metadata.

IBM has not provided client data stored outside the United States to the U.S. government under a national security order, such as a FISA order or a National Security Letter.

IBM does not put “backdoors” in its products for the NSA or any other government agency, nor does IBM provide software source code or encryption keys to the NSA or any other government agency for the purpose of accessing client data.

IBM has and will continue to comply with the local laws, including data privacy laws, in all countries in which it operates.

Link do estudo da KPMG: http://www.kpmg.com/us/en/topics/pages/cloud-takes-shape.aspx

Termino aqui meu post, espero que tenham gostado.

Roberto Amaro
E-mail: contato@robertoamaro.com
LinkedIn: https://br.linkedin.com/in/robertoamaroibm
Blog: http://www.robertoamaro.com
Twitter: @robertoa_ibm
Skype: robertoa.ibm

Related posts:


Tags: ,

Deixe uma resposta