O que esperar da Blue Box?

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinFacebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedin

Olá amigos, como vimos na semana passada, a IBM adquiriu mais uma empresa de Cloud para o seu portfolio.

Estou falando da Blue Box, empresa que fornece uma alternativa às configurações e implementações internas do OpenStack. Com essa aquisição a Big Blue literalmente coloca mais uma “Blue”na sua linha de negócios.

Mas o que podemos esperar disso? A IBM que já estava no mercado de nuvem híbrida, ganha ainda mais força nesse tipo solução, principalmente com OpenStack.

O Gartner já tinha apontado que aproximadamente 72% das organizações planejavam adotar uma estratégia de nuvem híbrida. Portanto a IBM já mostra a sua tendência de grande investimento nas “híbridas”.

Por volta de 300 empresas já usam as soluções da Blue Box, e a tendência é de crescimento, pois com as soluções de IaaS da Softlayer (comprada em 2013) e com o PaaS do Bluemix, que está em grande expansão. A abrangência das ofertas está cada vez maior.

No press release oficial temos:

“Through Blue Box, IBM will help businesses rapidly integrate their cloud-based applications and on-premises systems into OpenStack-based managed cloud. Blue Box also strengthens IBM Cloud’s existing OpenStack portfolio, with the introduction of a remotely managed OpenStack offering to provide clients with a local cloud and increased visibility, control and security.”

Conversei com Thiago Viola, Cloud Representative da IBM e autor do blog https://thiagoviola.wordpress.com, sobre o que podemos esperar com a aquisição:

Basicamente a IBM está apostando que as empresas serão atraídas pelo modelo computacional híbrido, usando o OpenStack como base para essas operações.

Falando tecnicamente, minha concepção é que foi uma ótima escolha, pois nativamente a Blue Box fornece uma alternativa à configuração e implementação internas do OpenStack, permitindo que as empresas controlem cargas de trabalho por um único console, rodando tanto na nuvem da provedora quanto na infraestrutura privada.

Sendo assim, a IBM continua investindo no crescimento de nuvem híbrida apoiada por Open Stack, veja maiores detalhes no neste link.

A Cisco também não ficou atrás e anunciou a compra da Piston Cloud, que pretende voltar a corrida na nuvem púbica.

Bem, o mercado de Cloud nos avisa que teremos muita emoção e que ninguém entrou na concorrência para brincar. Nos próximos posts vou falar um pouco mais sobre isso.

Link para o release IBM: http://www-03.ibm.com/press/us/en/pressrelease/47030.wss

Até a próxima!

Roberto Amaro
E-mail: contato@robertoamaro.com
LinkedIn: https://br.linkedin.com/in/robertoamaroibm
Blog: http://www.robertoamaro.com
Twitter: @robertoa_ibm
Skype: robertoa.ibm

Related posts:


Tags: , , ,

Deixe uma resposta